Daqui um ano e meio esse blog vai acabar.

Na verdade será em menos de um ano e meio. Não faz mais sentido manter essa página ativa – pelo menos não no formato atual. Eu demorei muito tempo pra perceber que manter uma página ativa pelo simples fato de ser teimoso demais pra desistir era burrice. Eu comecei isso aqui porque uma professora me disse na escola que eu escrevia bem e, antes disso, eu havia começado outro blog porque eu li numa revista que ter uma página na internet não era tão difícil como eu pensava. E desde essa época já se passaram quase 13 anos. Eu nunca quis ganhar dinheiro com blog. Ou melhor dizendo: com este blog. No fundo eu só queria manter viva algumas memórias como eu fazia quando era criança, numa era pré-internet, e quem sabe fazer algumas pessoas rirem ao ilustrar o texto com personagens de desenhos animados ou figuras de linguagem que na minha concepção eram bem elaboradas. Desistir não é um sinal de fraqueza mas sim de coragem em reconhecer que tudo que poderia ser extraído de uma plataforma on-line de fato já o foi.

Eu não sei se ainda existe alguém que acompanha esse blog como já aconteceu em outros tempos, mas mesmo se você for novo por aqui não vai demorar muito tempo para descobrir que os textos nunca foram tão escassos quanto nos últimos anos. Esse que você está lendo é um dos mais sinceros em meses. Mas não precisa ler essas palavras em tom de melancolia e despedida. Eu não pretendo tão cedo parar de produzir conteúdo, só não quero mais despender meus esforços num lugar onde minhas palavras afetarão a vida de ninguém, nem mesmo a minha. Quem quiser me encontrar, vai saber exatamente onde.

Anúncios