Recapitulando o que eu comecei a escrever no começo do ano, trarei dicas para você se tornar uma pessoa mais organizada em vários aspectos, mesmo que eles não sejam tão importantes assim.

Friends: quem lembra?
Friends: quem lembra?

Ao invés de seguir com essa série de posts falando um pouco de cada item mencionado no primeiro texto – livros, arquivos na área de trabalho, vídeos, caixa de entrada, filmes e séries para assistir -, irei focar em um por vez começando pelos livros.

Comentei no outro post que minha meta era ler nove livros em 2015. Num mundo perfeito, eu teria lido todos eles e ainda adicionado mais alguns. Porém aconteceu justamente o contrário e eu acabei removendo 3 livros da lista. Portanto vamos supor que você também queira ler 6 livros durante o ano inteiro (puta merda, é até vergonhoso admitir esse tipo de coisa).

Nesse caso você pode adotar uma técnica que eu uso – e que muita gente acha sem sentido – que é checar o número de páginas de cada livro. O motivo de discordarem desse método é que “preocupar-se com quantas páginas faltam para acabar o livro faz com que você não preste atenção à história”, mas sinceramente eu acho que não tem nada a ver. Seguindo essa lógica, eu somo as páginas de todos os livros e divido pela quantidade de dias do ano, fazendo aquela média aritmética bem marota. Supondo-se que o total de páginas seja 2500, então você precisa ler quase 7 páginas por dia desde 1º de janeiro até 31 de dezembro. A parte chata é que se você faz isso, a leitura se arrasta por tempo demais. Para contornar a situação, é só ler mais páginas a cada dia, you fucking genius.

Claro que ao fazer isso, eu não vou ignorar o fato, por exemplo, de que faltam apenas 3 páginas para o fim de um capítulo. Nada pior do que parar de ler no meio do raciocí

“Por que somar as páginas sendo que é mais fácil, nesse caso, ler um livro a cada dois meses?”, você se perguntará.

A resposta é simples, meu caro: porque certamente os livros terão tamanhos diferentes e você irá odiar demorar esse tempo todo para ler um livro de 200 páginas, assim como ter apenas esse tempo para ler um livro de 800.

Você também pode sempre arredondar os valores pra cima. É melhor (e mais fácil) lembrar de ler 10 páginas do que 6,85.

Método alternativo

Outro jeito de conseguir manter um ritmo de leitura constante, é criar uma conta no Skoob e adicionar seus livros à “meta de leitura”, que é uma lista do site com tudo que você planeja ler até o final do corrente ano.

A partir do momento em que você vai atualizando seu status e marcando quantas páginas foram lidas, o site te mostra o percentual já atingido, assim como o seu ritmo. Nada como um incentivo visual na forma de uma barra de progresso para nos motivar ainda mais.

.___.

Como vocês podem ver na imagem acima, eu li apenas 67% da minha meta, quando já era para eu ter lido pelo menos 75%. Para quem é de Humanas*, a conta é a seguinte: divida o total (100%) pela quantidade de meses (12) e você verá que precisa aumentar 8,333% desse valor ao final de cada mês. Como o último mês que tivemos foi o nove, então multiplica-se 9 por 8,333 e pronto: 75%. Com base nisso, eu ainda estou preso no tempo, no finalzinho de agosto.

Como eu disse no final do primeiro método, você pode arredondar os valores para cima. Dessa forma, ao ler mensalmente 10% (ao invés de oito), vão lhe sobrar outros dois meses – provavelmente julho e dezembro por causa das férias – pra você fazer outras coisas como ler mais livros ainda, praticar algum esporte ou ganhar sete graus de hipermetropia assistindo todos os vídeos do YouTube que você deixou pra ver depois.

Coincidentemente esse vai ser o assunto do próximo post.

Não demorarei tanto dessa vez. Prometo.

* Também sou de Humanas. Pare de achar que sua ignorância é algo bonito.

[Compartilhe esse texto / Twitter / Facebook / Meu canal]

Anúncios