Este é o segundo post sobre procrastinação que eu escrevo. Simplesmente não tenho nada muito útil ou criativo para falar, mas como meu último texto foi postado em setembro, sinto que tenho uma obrigação moral de escrever qualquer coisa aqui mesmo que ao invés disso eu deveria estar dormindo, afinal amanhã cedo eu tenho aula e, no final das contas, ninguém liga pro que eu escrevo aqui. (Prove que eu estou enganado e deixe um comentário no final desse texto.)

No entanto cheguei à conclusão de que eu deveria parar de sentir vergonha das coisas que eu posto na internet e assumir de vez a alcunha de ~~~blogueiro~~~ (com vários tils para simbolizar muita ironia). Sendo assim, tentarei escrever pelo menos três textos decentes por mês ao invés de um só, como tem sido até agora. E por “decentes”, entenda “com mais caracteres do que imagens”.

“Cuidado com as coisas que cê promete hein, Danilo.”

Além disso, talvez eu mande fazer um cartão de visitas para o blog assim como eu fiz para o meu podcast. E se eu ainda tiver dinheiro depois disso – e é provável que eu tenha, afinal cartões não são caros e eu ainda trabalho naquela loja de roupas – também vou comprar um domínio e contratar um web designer para transformar esse blog de estudante de ensino médio num verdadeiro site de alto garbo e elegância.

Cartões do comequepod.com

Falando nisso, um blog que eu gostava pra caramba – o Improbabilidade Infinitava, que atualmente está abandonado – foi repaginado há pouco tempo e ficou do caralho. Pena que o maldito do Ygor Fremo virou podcaster e agora não tem mais tempo para atualizá-lo, mas quem sou eu pra julgar não é mesmo? ¯\_(ツ)_/¯

No mais é isso. Creio que em 2013 esse blog se tornará uma coisa muito cabulosa, na falta de adjetivo melhor.

E só pra relembrar, a cada curtida no Facebook e a cada seguidor novo no twitter, meu brother Eike Batista e eu doaremos 17 caminhões-pipa para a caatinga brasileira. Vista essa camisa. Apoie esse causa.

Anúncios