Como é de costume, em toda formatura tem um discurso, às vezes boring, às vezes tão incrível que é impossível não querer ouvi-lo novamente. Estamos em ano de formatura na escola e eu fui um dos alunos cotados para escrever algum dos discursos. Digo “algum dos” porque na verdade tem o de agradecimento a Deus, um pra o homenageado da turma e o discurso sobre formatura em si. Apesar de ter recusado a oferta, deixei claro que poderiam contar comigo para o que fosse, no sentido de dar palpites e ideias para os discursos.

Pois bem, hoje perguntaram para a aluna que vai fazer o agradecimento a Deus se o discurso já estava pronto e a resposta foi negativa. Se me lembro bem, parece que foi por falta de tempo, mas a questão é que eu me lembrei de um episódio de Family Guy, onde o protagonista Peter Griffin fazia um discurso de agradecimento a Deus por ele ter se dado bem como jogador de futebol americano, e então resolvi passar a ideia adiante. O texto seria mais ou menos assim:

Gostaria de agradecer a Deus. Gostaria de agradecer ao Senhor Deus porque isso não é graças a mim, é a Ele. E eu também gostaria de agradecer ao Diabo porque, você sabe, é por isso que Deus está lá. Ele está cuidando da cerca para se certificar de que o cara nunca volte. Você sabe que se não fosse o Diabo, Deus provavelmente ficaria louco e explodiria os miolos de tédio. Todo mundo gosta de se sentir útil e fazer o mundo girar.

E é por essas e outras que todo discurso de formatura merece uma dose de humor negro.

Anúncios